Imagem de artigo Pensa em adquirir um cão? com várias raças de cães em fila de tamanhos variados
Isto e aquilo

Pensa em adquirir um cão? quais são as perguntas que deve fazer?

Antes de tomar a decisão de adquirir um cão deverá colocar tudo em perspectiva. Leia este artigo onde lhe damos uma visão real de como será a sua vida com um novo elemento de quatro patas.

Tem vida para ter um cão? 

E esta questão coloca-se quando vai buscar um cão, ele é amoroso e não consegue resistir! Mas sabe de facto, se tem espaço e tempo na sua vida para ter uma responsabilidade destas?

Tem tempo disponível para passar as primeiras semanas a ir à rua com o seu cão, provavelmente de duas em duas horas, para o ensinar a fazer as necessidades fora de casa?

Está preparado para se levantar a meio da noite? durante o inverno, enfrentar a chuva e o frio só para o seu cão poder ir à casa de banho? 

E quando chegar a casa cansado e só lhe apetecer relaxar, o seu cão está pronto para começar a brincar, super entusiasmado – pois esteve à sua espera o dia todo. Está preparado para brincar com ele durante 20 minutos sem parar?

Se pensa que ter um cão é diferente de ter um filho, desengane-se! Pois requerem tempo, dedicação e horas do seu dia – com a desvantagem de que quando são bebés, não usam fralda.

Está preparado para ser responsável por um cão?

Trata-se um ser completamente dependente de si para tudo, todos os dias por 10 a 15 anos da sua vida?

Se ainda assim continua motivado para adquirir um cão então pode continuar a ler este artigo!

E quanto a férias? lembre-se que o seu cão é mais um membro da família. Se não o poder levar consigo, tem que pensar em alternativas viáveis.

Não pense que canis não são o ideal, pois o seu cão vive consigo no conforto do lar, está habituado a ter companhia e mimos. Certamente não vai querer que o seu patudo passe para uma “prisão” com grades a dormir no exterior. Isto apenas porque você decidiu ir fazer aquelas férias maravilhosas numa ilha tropical, e lembre-se também dos custos que essa decisão comporta.

Resumindo, ou tem um familiar de confiança que está disposto a tomar conta do seu cão, ou terá que ajustar completamente a sua vida e os planos de férias. Sim, ter um cão é uma grande responsabilidade, física, psicológica e monetária.

Existem soluções: pessoas que fazem dog boarding, e ficam com o seu cão dentro de casa, com o mesmo conforto e hábitos que tem quando está consigo.

Tem uma vida profissional ativa? quantas horas fica fora de casa?

Já pensou como vai funcionar essa dinâmica com um cão?
O seu cão não pode ficar sozinho horas a fio enquanto você está no trabalho. Seria como deixar uma criança de 5 anos sozinha em casa. Sim, a realidade é que um cão adulto é como uma criança! sente-se frustrado, tem medos, e até se pode tornar destrutivo, porque não tem o que fazer, nem entende o que se passa, pois está sozinho e sem função.
Desengane-se se pensa que como tem um jardim, o seu cão fica bem sozinho durante todo o dia, pois tem mais espaço para brincar. Durante umas horas, obviamente que pode ficar sozinho, mas não durante 8 horas (ou mais) pois, para um cão, o jardim é apenas mais uma divisória da sua casa.

Relativamente a tempo, um cão requer um mínimo de passeios diários. Não só para fazer as suas necessidades fisiológicas, como também para se exercitar fisica e mentalmente.

Está preparado para se levantar uma hora mais cedo todos os dias?

Sim, acredite que tem que ter pelo menos uma hora livre de manhã, antes de iniciar a sua rotina diária. Terá que levar o seu cão à rua, alimenta-lo e ter tempo para alguma interação positiva, antes de entrar no loop diário stressado, porque não tem tempo e está atrasado.

E despesas? Sabe quanto custa ter um cão por mês?

Obviamente que depende da raça/tamanho do animal, mas tem que pensar em:

– Alimentação que vai dar ao seu cão:

Para um patudo miniatura não tem tanta expressão, mas para um cão médio, grande ou gigante já estamos a falar de valores substanciais. Uma boa alimentação é um investimento mais caro mas absolutamente fundamental para o crescimento e desenvolvimento do seu patudo, prevenindo problemas e doenças a longo prazo.

Veja as opções de alimentação canina existentes no mercado, desde comida natural (tudo cru) como sabe, os cães descendem dos lobos e esta é sem dúvida a alimentação ideal para um cão, obviamente que não é para todos, porpor isso existem outras opções viáveis para alimentar o seu cão, como comida húmida (latas) e rações secas com variadíssimas marcas e diferentes níveis de qualidade.

– Cuidados veterinários:

Desparasitação e vacinas anuais obrigatórias, chip, prevenção de parasitas, estamos só a falar do básico, pois se o seu cão tiver alguma doença, terá custos acrescidos como por exemplo: uma dieta especial, comprimidos, tratamentos, complementos nutricionais, etc)

– Itens básicos a adquirir:

Terá que adquirir uma série deles como: uma cama, mantas, escova, taças para comida/água, trela e coleira.

– Day care ou creche canina:

Se tiver que deixar o seu cão durante o dia num day care ou creche canina os custos quadruplicam. 

– Dog walker:

Terá que contratar um dog walker para o seu cão ser passeado a meio do dia, caso não esteja em casa – pois não o pode deixar sozinho muitas horas, privado de ir à rua – também tem custos acrescidos.

-Treino:

Todos os cães precisam de ser ensinados, e nem todos são fáceis de educar. Se é o seu primeiro cão, o ideal é mesmo procurar uma escola, ou um profissional experiente, para ensinar o seu cão e saber tudo o que deve ou não fazer. Isto para que o seu patudo o possa acompanhar para todo o lado e esteja devidamente socializado com outros cães e pessoas.

– Seguro canino:

Um seguro de responsabilidade civil é fundamental, um seguro de saúde já é opcional, veja todas as opções existentes no nosso mercado no nosso artigo sobre seguros caninos.

Todas estas questões são importantíssimas e tem que as ter todas em conta, mas existem ainda mais questões.

Que cão se adapta ao seu estilo de vida? 

É um desportista ativo ou é mais sedentário e gosta de estar na calma do seu lar? existem diferentes raças de cães, e não deve selecionar um cão pela sua aparência, tamanho ou beleza, mas sim pelas suas características.
Veja qual a raça que mais de adequa ao seu estilo de vida, das 344 raças de cães registadas na FCI federação cinológica internacional, divididas em 10 grupos distintos:

  • 1 – Cães de Pastor e Boieiros (excepto os Boiadeiros Suíços);
  • 2 – Cães de tipo Pinscher e Schnauzer, Molossóides e Cães de Montanha, e Boieiros Suiços;
  • 3 – Terriers;
  • 4 – Dachshunds;
  • 5 – Cães de tipo Spitz e de tipo Primitivo;
  • 6 – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas;
  • 7 – Cães de Parar ou Cães Apontadores;
  • 8 – Cães Levantadores e Cobradores de Caça e Cães de Água;
  • 9 – Cães de Companhia;
  • 10 – Galgos
Imagem de artigo Pensa em adquirir um cão? com várias raças de cães em fila de tamanhos variados


Existem cães para todos os gostos: miniatura, pequenos, médios, grandes e gigantes. Não pense que por viver num apartamento não poderá ter um cão gigante. Obviamente que, em termos de espaço físico não é o ideal, mas muitas raças de cães gigantes adaptam-se perfeitamente à vida num apartamento, desde que lhes proporcione os passeios e exercício mental e físico necessário fora de casa.

Leia tudo sobre raças de cães

Antes de tomar qualquer decisão, leia tudo sobre a raça que pensa em adquirir. Desde cuidados com a alimentação, tipo de doenças mais comuns, necessidades específicas de exercício e longevidade média da raça em causa, para poder estar bem informado.

Pode optar também por adotar um cão, existem centenas ao abandono em abrigos à espera de um dono, de uma casa, de carinho, de uma família. Existem inclusive cães de raça em abrigos, e pode optar desde bebés a cães seniores.

Se leu tudo isto e está ciente da decisão e responsabilidade que é ter um cão, bem-vindo ao magnífico mundo dos cães!