Imagem do artigo-Como ensinar o seu cão o comando "aqui"
Comunicação com cães

Como ensinar ao seu cão o comando “aqui”

“Aqui” é o comando mais importante que o seu cão deve aprender! E também um dos mais difíceis. 

Embora todos nos esforcemos, para nunca colocar os nossos cães em situações perigosas, o comando “aqui” (ou “vem”) é fundamental para os mantermos fora de perigo.

Este comando pode evitar várias situações perigosas como: confrontos com outros cães, perseguições a gatos do outro lado da estrada, uma queda numa vala ou mesmo de ser atropelados. 

O comando “aqui” é extremamente útil e permite que o seu cão tenha mais liberdade nos vossos passeios diários, tanto no jardim, praia ou em caminhadas alternativas nos mais diversos lugares. Pois, desta forma sabe que pode chamar o seu cão de volta, sem correr perigos.

Para treinar o seu cão, precisa de o convencer de que você é a melhor coisa do mundo, e muito mais interessante do que a liberdade temporária. 

Ensinar o cão o comando aqui de maneira confiável é mais difícil do que parece! 

A maioria dos cães aprende rapidamente que pode correr mais rápido do que o dono. E que é muito mais divertido correr livre do que andar “junto” de trela ao seu lado.

Idealmente o cão não deve ter liberdade, até que tenha provado de forma confiável, que volta quando é chamado. Até lá, deve fazer experiências com uma trela longa (guia) em lugares seguros e de preferência confinados. As áreas fechadas são ideais para o treino, porque não existem riscos se o seu cão não regressar, quando o chamar.

Se não tiver experiência deve procurar um profissional experiente, que possa ensiná-lo, para que tudo corra bem e sem retrocessos.

Treine o seu cão um passo de cada vez!

Comece sempre o treino num ambiente sem distrações, como, por exemplo, na sua sala. Deve chamar a atenção do seu cão e depois afaste-se, baixe-se ligeiramente e abra os braços o mesmo tempo que diz o nome do seu cão seguido de “AQUI!”. Faça a chamada sempre num tom agradável e alegre, para que queira vir até si. Se no início não funcionar, experimente andar ligeiramente para trás para o incentivar a vir.

Recompense-o imediatamente e elogie muito o seu cão por vir, e depois repita, quando funcionar bem, pode aumentar ligeiramente a distância. 

Faça sempre sessões curtas – cerca de 10 minutos, e não espere que funcione em poucos dias. Todos os treinos têm que ser repetidos várias vezes, para se tornarem automatismos no seu cão. Saiba mais como iniciar os treinos com o seu cão neste artigo do The Kennel Club.

Portanto, quando estiver a treinar e parecer-lhe que o seu cão está a perder interesse, pare de imediato o treino com um fim positivo e recompense muito. 

Pode aumentar gradualmente a distância e posteriormente, introduza distrações ambientais, passando para o exterior. Quando sentir que o seu cão percebeu completamente o exercício e quer sempre voltar com alegria, treine num parque com algumas distrações. 

Todas as sessões de treino devem ser curtas e sempre com recompensas!

Nunca solte o seu cão sem treino!

Nunca solte o seu cão, a menos que tenha a certeza que ele vai voltar quando chamado. Se ainda não tiver confiante, treine mais vezes antes de experimentar a primeira vez. Pois, se o seu cão tiver uma oportunidade de se comportar mal, irá rapidamente perceber que a liberdade é muito divertida.

Não se esqueça, que deve sempre reforçar os comandos aprendidos pelo seu cão, não pense nunca, que por já ter feito bem umas vezes, o seu cão irá corresponder sempre ao pedido. Tem que ter tempo para se dedicar ao seu cão e repetir os treinos básicos constantemente.

Bons treinos!